sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Eu nem posso culpar minha atual pouca atividade física, porque o fato é que eu sempre tive sonhos muito loucos mesmo. Tipo quando eu sonhei que minha família inteira era algum super-herói (aliás, sonho recorrente), e que a gente tava na rodoviária do Rio comprando sopa no quiosque de um tubarão (usando viseira).

Mas dia desses eu acho que me superei. Eu tava aqui no condomínio, lá em cima, na sede (onde fica a churrasqueira, o bar, etc), lendo minhas revistas australianas. Daí chega um garoto e fica por ali falando besteira. Resolvo voltar pra casa, abro a porta de uma construção circular no meio da floresta (o condomínio fica no meio de uma floresta, mas não existe construção circular nenhuma aqui), coloco minha revista lá, e tem várias pilhas imensas de Cosmos de todos os cantos do mundo que eu ainda não li. Fico nervosa com a quantidade de leitura atrasada, fecho a porta, tranco com cadeado e começo a descer o caminho pra casa. Quando passo na frente do garoto, ouço ele conversando com a Fabi, uma amiga minha de São Paulo (que, por acaso, eu tinha reencontrado no dia anterior pelo orkut). Ele metendo o pau na minha mãe. Fico mais puta ainda, mas não falo nada. Vou descendo o caminho (mais longo que o real), e vejo duas viaturas de polícia numa esquina.

- Ó, moço, tem um garoto filho da puta falando mal da minha mãe ali em cima!

- Sobe aqui no carro que a gente vai lá prender ele, minha filha.

Entro no carro, dou as indicações pro policial chegar na sede, mas de repente o condomínio é tão grande que a gente perde a entrada pra subir a rua pra sede, e vai parar na Avenida Brasil. No final das contas, resumindo, chegamos no local.

Eles não estão mais lá, e saímos a pé pelas ruas. Dobrando uma esquina (a esquina da casa da minha tia Lúcia, lá em Minas, onde eu e a tal amiga paulista passávamos férias), a gente dá de cara com Fabi. Ela olha pra mim, olha pro policial, e, assustada e a contragosto, confessa que conhece o garoto. Os policiais vão atrás dele. Eu me perco.

Depois de um tempo, estou numa casa antiga, tipo fazenda, abrindo mil portas num longo corredor, procurando pelo delegado. Quando finalmente encontro a porta certa, me deparo com a seguinte cena: é o quarto da minha mãe, tem uma cama de casal no meio e uma de solteiro encostada na parede (onde na verdade tem uma estante), e o delegado tá lá, com um cacetete na mão, brigando com o Oscar Magrini (vestido de Capitão Macário). Ele era o pai do garoto que tinha xingado minha mãe, e dizia que não ia contar nunca onde o filho estava. Daí o delegado disse:

- Ah é, então vamos ver! Desce a calça!

- Como é que é?

- Desce a calça que eu vou comer teu rabo!

Eu na porta, assistindo a cena. O delegado baixa as calças, joga o Oscar Magrini de costas na cama de solteiro, e começa a mandar ver. Eu fico com pena e grito pra um policial que estava passando pelo corredor:

- Moço! Traz um KY!

E o cara joga um tubo gigante de KY na minha mão, e eu fico lá da porta apertando o negócio, o lubrificante jorrando do tubo, eu mirando na bunda, mas só conseguindo jogar KY nas costas do Capitão Macário. E o pobre que estava sendo estuprado pelo delegado gritando – mas, ao mesmo tempo, parecia que não tava tão ruim assim não.

Daí, como se tudo isso não fosse estranho o suficiente, minha tia Gecy aparece na janela pra falar alguma coisa comigo, vê a cena, pára de falar, coloca as mãos na cintura e diz:

- Ah, não, gente. Vocês me desculpem, mas isso não tá certo não.

11 comentários:

Suzana Elvas disse...

Meu.Deus.

Tati Tatuada disse...

ANA, aceita o presente da Suzana, e mais não digo.
Beijos.

fabiana disse...

Méu Déus!

As partes interessadas disse...

u.a.u.

Ingrith disse...

Menina, eu tb ando sonhando com tanta coisa estranha... aff

Até sonho com a matéria que estou estudando, vê se pode?

Cinthya Rachel disse...

menina, que loucura!!!! eu fico meio fora do ar qdo tenho esses sonhos bizarros.

Renata R. disse...

hahahaha. Louca.

Gileade disse...

Um sonho desses, policial-porno-gay, só produzido mesmo pela mente ativa e criativa da Ana Paula!

As partes interessadas disse...

Já passou no Paleta recentemente, amore? Olha no http://paletadecorbazar.blogspot.com/2008/09/chaveiro-annie-pimentinha.html
Beijocas, lindona!

Ice Ice Baby disse...

G-sus..oq foi isso?!

Juh disse...

Adorei seu blog! Vou sempre visitar!